MARCUS VINICIUS BORGES AGUIAR

CAFES ESPECIAIS

SOBRE A FAZENDA

Fazenda Samambaia

Município: Santo Antônio do Amparo / Minas Gerais

Altitude média: 1100 metros

Temperatura média: 21 ºC

Latitude: - 20.975334

Longitude: - 44.878146

LOCALIZAÇÃO

SOBRE O PRODUTOR

Somos a família Cambraia, sempre em busca de excelência. Desde 1896, dedicamos à missão de produzir cafés de qualidade e fomos um dos pioneiros do conceito “tree to cup” no Brasil. A escolha do grão, a torra e o empacotamento são realizados direto na origem, em Santo Antonio do Amparo/MG, Indicação Geográfica – IG Campo das Vertentes. Buscamos a excelência em todas as etapas para tornar especial a sua experiência de apreciar um bom café.

CARACTERÍSTICAS DA AVALIAÇÃO SENSORIAL

Nota da prova: 86.5
Fragrância: Fermentado, azeitona e frutas amarelas
Sabor: Frutado, vinhado e salgado
Corpo Encorpado
Acidez: Cítrica alta
Finalização: Agradável
Equilíbrio: Equilibrado

CARACTERÍSTICAS DE PRODUÇÃO

Sacas: 2
Variedade do Café: Catuaí vermelho IAC - 44
Processamento: Natural
Altitude Máxima: 1180 metros
Safra: 2020/2021

SOBRE A REGIÃO DA IG CAMPO DAS VERTENTES

Municípios

17

Localização

Minas Gerais - Brasil

Brazil

Área de produção

43 mil

hectares

Produtores

5200

Growers

Empregos diretos

75 mil

Empregos indiretos

156 mil

QUALIDADE ARTESANAL

Somos pioneiros no que chamamos de qualidade artesanal, o trabalho manual e técnicas desenvolvidas pelos produtores da região para se produzir alta qualidade. O resultado deste trabalho é uma diversidade de nuances e sabores diferenciados, presentes nos nossos cafés, que hoje se destacam nas principais premiações nacionais e internacionais.

SUSTENTABILIDADE NATURAL

Nossa produção é naturalmente sustentável, marcada pela predominância da agricultura familiar. Pelo impacto econômico e social direto e indireto e entre o homem e a natureza, fatores culturais presentes na cafeicultura da nossa região.

DESENVOLVIMENTO COLETIVO

Ao longo desses anos acompanhamos de perto o processo de engajamento e desenvolvimento de vários produtores. Fica evidente a melhoria da qualidade, não só do produto final, mas no manejo, nos processos e na visão comercial. Café está deixando de ser um produto e se tornando uma cultura, isso está sendo compreendido na origem.